Horário Semanal Segunda a Sexta 07h30 - 19h00

13 de Maio

Neste mês de maio, a Igreja celebra a devoção a Virgem Maria, Mãe de Deus. Durante todo o mês, os cristãos são convidados a olhar com sabedoria e fé para a figura da mulher humilde e escolhida por Deus, que com o seu “SIM”, transformou a história da humanidade.
Durante o mês de maio, os fiéis rezam junto a Nossa Senhora por inúmeras intenções, seja pela paz no mundo, pela cura das enfermidades, pela conversão dos pecadores, pela Igreja, pelas famílias, pelas causas urgentes e vistas como impossíveis, entre tantos outros pedidos e agradecimentos apresentados a Maria Santíssima.
As nossas crianças desde o pré-escolar ao primeiro ciclo vivenciaram, este dia 13 de maio, no nosso colégio, com orações a Nossa Senhora de Fátima e com a realização de uma pequena procissão onde as crianças cantavam em homenagem à Mãe do Céu.

Ajuda Militar Solidária

Como é bom o sentimento de missão cumprida!!! Como disse a nossa Madre fundadora, Ana Maria Javouhey, “Estar em toda a parte onde há bem a fazer”… Gratidão! Gratidão aos nossos pais, familiares, crianças e restante comunidade educativa, pelo empenho e dedicação nesta campanha de doação, foram incansáveis! Aos militares do comando operacional dos Açores, que levaram 40 caixotes com manuais escolares, livros, materiais escolares e livros de referência que seguirão para a Guiné-Bissau, o nosso obrigada. Um agradecimento especial ao Estado Maior- General das Forças Armadas pela excelente iniciativa. Fica a certeza de que “ sozinhos vamos mais rápido, mas juntos vamos mais longe”! É um orgulho sentirmo-nos “pertença” desta comunidade educativa!

Formação com o Padre Paulo Duarte.

No passado dia 12 de fevereiro, os colaboradores do Colégio são Francisco Xavier assistiram a uma formação ministrada pelo Padre Paulo Duarte.

Homem com o dom da palavra, faz parte da Companhia de Jesus e com um longo percurso de vida tanto a nível de formação como a nível pessoal, começou por ser comissário de bordo numa companhia aérea, mas falou mais alto a sua vocação que o levou a viajar para a Companhia de Jesus, onde hoje é Padre Jesuíta. Neste momento vive em Braga e por ser tão bom orado, convidamo-lo a dar uma formação aos nossos colaboradores.

O senhor Padre falou de diversos temas, mas centrou-se na exploração do sentido de cada palavra que compõe o nosso Tema Cultura, “Deus Confia-te o Mundo. Ama-o! Protege-o! Transforma-o”. Tocou em temas da atualidade e da necessidade de cada um de nós começar por olhar primeiro para o que está ao seu redor e fazer deste local o “seu Mundo” para assim, com pequenos contributos, cada um de nós fazer a diferença na mudança do paradigma que o nosso Mundo enfrenta!

Ficamos todos um bocadinho mais “ricos” com a sua forma leve e assertiva de comunicar.

O Desporto Escolar está de volta!

Após dois anos, o Desporto Escolar está de volta!

Oito alunos do Colégio São Francisco Xavier, deslocaram se no passado dia 9 de fevereiro ao Estádio de São Miguel a fim de participarem na fase de ilha do Corta-Mato Escolar. Apesar dos receios relativos à pandemia, correu tudo de forma muito organizada, como é habitual por parte da organização.

Os “pequenos” atletas regressaram ao Colégio com a certeza de que deram o seu melhor e com muitas histórias para contar aos amiguinhos.

No passado dia 16 de fevereiro alguns alunos do 4° ano, do Colégio São Francisco Xavier, voltaram à competição no que diz respeito ao Desporto Escolar. Desta vez, disputou-se no Complexo Desportivo da Ribeira Grande a fase de Ilha do Megasprint e Megasalto. Ao chegar ao recinto, o nervosismo era grande, mas com o iniciar das provas rapidamente os alunos ligaram o “chip de competição”.

Foi uma tarde bem passada, onde os nossos alunos puderam experienciar, juntamente com alunos de outras escolas da ilha de São Miguel, duas modalidades do atletismo de uma forma amigável e saudável.

Quanto a resultados o Colégio consegui no Megasprint, escalão Infantis A masculinos um 2° lugar e um 1° e 3° lugar nos Infantis A femininos.

Dia Mundial da Música

E porque a música é considerada uma linguagem universal, desempenhando um papel preponderante no desenvolvimento das crianças, o Colégio comemorou o Dia Internacional da Música. Desde a Creche, passando pelo Pré-escolar, até ao 1.º Ciclo, todos foram recebidos ao som da música, desde música clássica, infantil, fado, todos experienciaram momentos de muita alegria! As crianças do 1.º Ciclo tiveram a oportunidade de visitar o Conservatório Regional de Ponta Delgada! Foi um dia fantástico para a pequenada, pois como disse Aristóteles “A música torna os corações dos homens felizes, e apenas com base nisso, poderíamos assumir que os mais novos deveriam ser treinados para isso”. Crianças felizes, comunidade educativa feliz!

Dia Mundial do Animal

O Colégio de São Francisco Xavier celebrou o Dia do Animal com a visita do pai, Pedro Reis, Veterinário de profissão, que nos brindou com algumas considerações importantes acerca dos animais. Entre cuidados a ter com os animais, a diferença entre eles através das suas características, ficou também patente conexões emocionais feitas com animais que podem ser mais facilmente transferidas para relações entre humanos, através do aumento de atitudes empáticas, para além disso, tivemos a presença dois belos exemplares de Turquoisines, gentilmente cedidos pelo esposo da nossa funcionária Ana Lima, o Sr. António Costa, bem conhecido entre nós pelos prémios que já angariou pelo mundo fora em reconhecimento das suas maravilhosas aves tratadas com tanto carinho. Foi este carinho e dedicação que quisemos transmitir às nossas crianças, por uma riqueza que é de todos nós e que nos foi legada por Deus.

Assim sendo, ao contactarem com os animais, as crianças aprendem mais facilmente sobre a vida, nascimento, reprodução, sendo também fomentada uma aprendizagem de condutas sociais positivas, tão importantes para o desenvolvimento harmonioso das nossas crianças.

Tema Cultural 2021-2023

REFLEXÃO

A Plataforma de Ação “Laudato Si” e os sete objetivos de ecologia integral

 

A plataforma “Laudato Si”, lançada a 25 de maio deste ano, propõe uma “jornada” de sete anos para que todas as comunidades católicas se tornem totalmente sustentáveis, no espírito da ecologia integral. Com esta iniciativa, o Papa Francisco sublinha a necessidade de enfrentar a atual crise ecológica sem precedentes, convoca-nos a superar a tentação do egoísmo que nos torna predadores dos recursos e apela-nos a cuidar da nossa mãe Terra.

“Há algum tempo que esta casa que nos hospeda sofre com as feridas que causamos por uma atitude predatória”.

“As feridas manifestam-se de forma dramática numa crise ecológica sem precedentes, afetando o solo, o ar, a água e, em geral, o ecossistema em que vivem os seres humanos”.

“Temos a oportunidade de preparar um amanhã melhor para todos. Recebemos um jardim das mãos de Deus, não podemos deixar um deserto para os nossos filhos”.

Trabalhando juntos. Só assim poderemos construir o futuro que desejamos: um mundo mais inclusivo, fraterno, pacífico e sustentável como desafia o Papa Francisco.

Esta pandemia veio sublinhar a interdependência entre os seres humanos e a natureza. Alerta-nos para a necessidade de uma nova abordagem ecológica, que transforme a nossa forma de viver no mundo, os estilos de vida, a relação com os recursos da Terra e, em geral, a forma como olhamos o Homem e como vivemos.

Tebaldo Vinciguerra do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral (Santa Sé) refere que a ecologia integral deve marcar “os estudos e as carreiras” nas instituições académicas, pois “Não há ecologia sem uma antropologia adequada”.

Afirmar a soberania de Deus “Sede santos porque eu sou Santo!”

 

Quando falamos de santos, temos como referência O Santo, Deus. É santa aquela pessoa que amou, que fez o bem, que foi feliz porque fez feliz o outro. Exatamente por isso soube perdoar, interessou-se pelos outros, neste contexto, não podemos deixar de lembrar a Bem-aventurada Ana Maria Javouhey porque reconhecemos nela a ação da Graça Divina no Espírito de Dom e Serviço ao Outro e aos outros, sobretudo dos mais pobres e necessitados.

Fomos criados à imagem do Santo, isto é, de Deus. O nosso modo de ser e de pensar é afinado com o modo de pensar e de agir de Deus… A Santidade do tempo presente é medida pela vivência das Bem-aventuranças. São as obras de Misericórdia que nos direcionam num caminho de santidade.

 

A Paz: dom de Deus e obra do homem

 

A Paz pressupõe um humanismo aberto à transcendência; é fruto do dom recíproco, de um mútuo enriquecimento, graças ao dom que provém de Deus e nos permite viver com os outros e para os outros.

 

Envolve o ser humano na sua integridade e supõe o empenho da pessoa inteira: é paz com Deus, vivendo conforme a sua vontade; é paz interior consigo mesmo e paz exterior com o próximo e com toda a criação.

A realização da paz depende sobretudo do reconhecimento de que somos, em Deus, uma única família humana… um «nós» comunitário fraterno, que implica uma ordem moral, na qual se reconheçam, com verdade e justiça, os próprios direitos e os próprios deveres para com os demais.

O caminho para a consecução do bem comum e da paz é, antes de mais nada, o respeito pela vida humana. Assim, os verdadeiros obreiros da paz são aqueles que amam, defendem e promovem a vida humana em todas as suas dimensões: pessoal, comunitária e transcendente.

 

A Terra: irmã, filha e mãe

 

A nossa casa comum é como uma irmã, com quem partilhamos a nossa existência, e como uma mãe que nos acolhe nos seus braços.

A Terra é como uma irmã, porque viemos do único Deus, Pai Todo-Poderoso, Criador do Céu e da Terra, de todas as coisas visíveis e invisíveis.

A Terra precede-nos, é-nos confiada. É também como uma filha para o ser humano, que é o único a ter sido criado na Terra à imagem e semelhança de Deus.

A Terra é como uma mãe, porque nos alimenta e, em particular, aqueles que dela germinam. A Terra recebe a luz, o calor e o carinho do irmão sol, da irmã lua e do irmão fogo.

 

“Recorda-te que tu és pó e em pó te hás-de tornar”, estas palavras fazem referência a um “retorno”, convidam a não esquecer que estamos de passagem neste mundo.

 

ELEMENTOS ESTRUTURANTES DA ILUSTRAÇÃO

 

LUZ (SOL NASCENTE)

Liga-nos ao nascimento de Jesus, ladeado pelas figuras de Maria e José. Representa o amanhecer de um novo dia e o despertar de uma nova consciência. “Eu sou a luz do mundo: o que me segue não anda nas trevas, mas terá a luz da vida.” Jesus convida-nos a iluminar o nosso caminho com Amor. Deus confia-te o mundo. Ama-o!

                                  

MARIA

Aquela que foi escolhida por Deus para ser a Mãe do Salvador, também escolheu os humildes para acolherem as suas mensagens, que são um convite à oração, à conversão e à paz. Representa a maternidade divina, com os olhos postos na Luz, em Jesus, o coração da Virgem Maria volta-se sempre com um amor de Mãe para Jesus, o Filho, e para toda humanidade. Dentro desse coração nasce o natural apelo para cuidar de todos e em todas as situações. Deus confia-te o mundo. Protege-o!

 

JOSÉ

Protetor da Igreja Universal é Esposo de Maria, figura de notável grandeza. É convidado a assumir a paternidade Divina de Jesus. Representa a educação para a vida e para a responsabilidade, a justiça e a integridade. (Mt 1,19)

Figura extraordinária, próxima da condição humana de cada um de nós, o homem que passa despercebido, de presença quotidiana discreta e escondida – um intercessor e um guia nos momentos de dificuldade.

José foi chamado por Deus para servir diretamente a Pessoa e a missão de Jesus, mediante o exercício da sua paternidade. Representa, para Jesus, a sombra na Terra do Pai celeste: guarda-O, protege-O, segue os seus passos sem nunca se afastar d’Ele.

Em José, nunca se nota frustração, mas apenas confiança. O seu silêncio persistente não inclui lamentações, mas sempre gestos concretos de confiança. O mundo precisa de pais, rejeita os dominadores (…) como refere o Papa Francisco.

Deus confia-te o mundo. Transforma-o!

 

OS SETE OBJETIVOS ‘Laudato Si’:

 

A resposta ao clamor da Terra,

Proteger a nossa casa comum para o bem de todos, à medida que abordamos equitativamente a crise climática, a perda de biodiversidade e a sustentabilidade ecológica.

A resposta ao clamor dos pobres,

Promover a eco-justiça, conscientes de que somos chamados a defender a vida humana desde a conceção até a morte, e todas as formas de vida na Terra.

A economia ecológica,

Reconhecer que a economia é um subsistema da sociedade humana, que por sua vez se encontra inserida na biosfera – a nossa casa comum.

A adoção de um estilo de vida simples,

Promover a ideia de suficiência e de sobriedade no uso dos recursos e de energia.

A educação ecológica,

Repensar e redefinir a reforma curricular e institucional no espírito da ecologia integral para cultivar a conscientização ecológica e a ação transformadora.

A espiritualidade ecológica

Recuperar a visão religiosa da criação de Deus e encorajar um maior contacto com o mundo natural no espírito de maravilhamento, louvor, alegria e gratidão.

O Envolvimento da Comunidade e Ação Participativa

Encorajar o desenvolvimento de culturas e políticas que protejam a nossa casa e todos que partilham dela.

Fontes documentais do Papa:

1ª Laudato SI

2ª Fratlli tutti

3ª Gaudete et Exsultate

INÍCIO DO NOVO ANO LETIVO

O novo Ano Letivo, no Colégio, arrancou dentro da normalidade possível.

Este ano,  a receção aos alunos foi feita no recreio coberto. Pelas 11 horas, a Diretora Pedagógica dirigiu algumas palavras de boas vindas às crianças e apresentou a Madre Superiora, Irmã Almerinda, que vem substituir a atual, Irmã Maria do Carmo. Falou sobre algumas regras devido à situação que enfrentamos, fez uma pequena oração com os presentes e falou sobro o novo Tema Cultural.

De seguida, as crianças e professores dirigiram-se às respetivas salas, onde cada professor aproveitou para explicar todos os novos procedimentos a ter ao longo deste ano.

A Direção do Colégio aproveita para desejar a toda a sua comunidade educativa um excelente Ano ano Letivo.

 

 

ESTÁ A DECORRER A FASE DE RENOVAÇÃO DE MATRÍCULASFIQUE ATENTO ÀS DATAS DA SALA DO SEU EDUCANDO
TEMA CULTURAL 2021-2023 –DEUS CONTIA-TE O MUNDO. AMA-O! PROTEGE-O! TRANSFORMA-O!